Início Editoras Parceiras Blogs Parceiros Autores Parceiros Contato undefined

11 de jan de 2013

Resenha: A Arte da Imperfeição - Brené Brown


Informações:
  • Título Original: The Gifts of Imperfection
  • Autora: Brené Brown
  • Editora: Novo Conceito (cortesia)
  • Páginas: 184
  • ISBN: 9788581630106
Sinopse: Este importante livro é sobre a jornada de uma vida, deixando de se preocupar com "O que os outros vão pensar?" e acreditando que "Eu sou suficiente". A habilidade ímpar da autora em misturar pesquisa original com relatos faz com que a leitura de A Arte da Imperfeição pareça uma longa e animadora conversa com uma amiga muito sábia que oferece compaixão, sabedoria e ótimos conselhos. A cada dia nos deparamos com uma enxurrada de imagens e mensagens da sociedade e da mídia nos dizendo quem, o que e como devemos ser. Somos levados a acreditar que, se pudéssemos ter um olhar perfeito e levar uma vida perfeita, já não nos sentiríamos inadequados. E se eu não posso manter todas essas bolas no ar? Por que não é todo mundo que trabalha duro e vive às minhas expectativas? O que as pessoas vão pensar se eu falhar ou desistir? Quando posso parar de provar a mim mesmo?


Resenha: Por ser um livro de autoajuda, gênero que nunca esteve entre os meus favoritos, tive bastante receio em ler A Arte da Imperfeição. Já havia lido comentários positivos sobre o livro, mas desde o início ele não foi um dos que me chamou mais a atenção justamente por não ser daqueles que estou acostumada a ler. Assim sendo, iniciei a leitura sem esperar muito que o conteúdo me cativasse ou me envolvesse de alguma maneira e isso de certa forma foi algo bom, pois deu ao livro a chance de me surpreender com seu conteúdo e com as pesquisas que a autora realizou para escrevê-lo.

No decorrer da leitura me dei conta de duas coisas: Brené Brown é uma ótima pesquisadora e também uma autora fantástica. É bárbaro o jeito como ela consegue traduzir ao leitor suas pesquisas específicas em sua área sem deixá-lo perdido e sempre exemplificando de maneira simples o que quis dizer anteriormente. Acima de tudo são situações reais que ela pega como base para nos ensinar a agir da forma correta, mostrando que não adianta tentar alcançar uma perfeição que não existe pois somos, fomos e sempre seremos imperfeitos.

Para chegar ao assunto imperfeição, a autor explica o que pode atrapalhar na sua busca do eu verdadeiro, dando dicas a serem utilizadas no dia a dia que podem ajudar neste longo trajeto. Fala de autenticidade, vergonha, autocompaixão, entre outros, sempre visando o que se passa em nossa mente, e vamos caminhando junto com ela nessa descoberta. É algo muito interessante de se acompanhar, pois a autora parece realmente conversar com o leitor durante toda a narrativa.

Porém, apesar de ter gostado realmente do modo como a autora conduziu o livro, não posso afirmar que ele entrou para os meus favoritos. É sim um bom livro, e em partes gostei, mas não é o meu estilo de leitura predileto e algumas vezes eu simplesmente cansava do assunto. Mas, como podem perceber, a culpa é mais minha do que da própria leitura então se você for um leitor que aprecia o gênero, tenho certeza que gostará mais dele do que eu.


Nota: ☻☻☻☺☺ (Bom)

11 comentários:

  1. Eu não sou muito fã de livros de autoajuda, embora saiba que eles ajudam muitas pessoas.. mas que bom que mesmo sendo de um gênero que assim como eu, você não está muito acostumada, ele te agradou.

    Beijos, Milena.
    Livros na Cabeça

    ResponderExcluir
  2. Oi Dessa!
    Assim como você (e a maioria das pessoas) auto-ajuda não é o meu estilo de livro favorito e só por isso não pretendo ler esse livro.
    Ele deve ser ótimo dentro do estilo mesmo, porque só vi comentários positivos sobre a escrita da autora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi. Como a Aione disse ali, livros de auto-ajuda também não faz parte do meus estilo de livros favoritos. Mas se algum dia tiver a oportunidade de ler, leio sem problemas.
    Adorei sua resenha lindona!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu estou com receio de ler esse livro, estou evitando o máximo, mas vou ter que ler. Espero que aconteça igual a você, ler sem expectativa e me surpreender, pelo menos um pouco.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  5. Oiiiii Andressa!!
    O livro também não faz muito estilo, mas gosto quando no decorrer da leitura percebemos que a autora sabe muito sobre o assunto, e que fez muitas pesquisas para isso!
    Talvez eu o leia ainda esse ano! :)
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  6. Não tenho nenhum preconceito com livros de autoajuda até leio de boa, mas o problema é que esse livro eu realmente não gostei muito, não achei ele dos melhores.

    Devaneios e Livros
    http://devaneioselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. É, Dessa, eu sou um leitor menos convencional.. ao invés de fugir de autoajuda, eu sempre me interesso por saber do que se trata, sobre o que a capa me vende. Esse eu li por ser de parceria, mas se estivesse na livraria eu veria a capa, acharia inteligente, então veria o que a sinopse me diz. Eu gostei muito do texto que a autora fez, ela realmente escreve bem e eu pesquisa tão bem quanto. Eu adorei o livro, dei 4 estrelas!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. Oi Dessa, parabéns pela resenha!! Já li esse título da Novo Conceito e apesar do gênero auto ajuda não estar entre os que eu geralmente leio, gostei bastante!! O carácter mais cientifico do livro com certeza colaborou com a fluidez do livro, concordo com você sobre a qualidade do trabalho da autora!! Ele também não entrou na minha lista de favoritos, mas com certeza foi uma leitura agradável e surpreendente!!

    Te espero lá no Prólogo da Leitura, até mais!! :*

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é muito bom, adorei lê-lo. Parabéns pela resenha...
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bom?
    Eu comecei a ler esse livro, mas parei porque também não é um gênero que estou acostumada a ler.
    Mas que bom que você gostou mesmo assim.
    Quem sabe eu comece a lê-lo de novo e acabe gostando mais da segunda vez, ne..

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Te indiquei para um selinho. Espero que você participe :)
    http://querido-livro.blogspot.com.br/2013/01/selo-versatile-blogger.html

    ResponderExcluir