Início Editoras Parceiras Blogs Parceiros Autores Parceiros Contato undefined

23 de abr de 2012

Resenha: O Médico e o Monstro - Robert Louis Stevenson (Clássicos 3 em 1)

Informações: 
  • Título Original: The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde
  • Autor: Robert Louis Stevenson
  • Editora: Martin Claret (cortesia)
  • Páginas: 54 (referentes apenas à essa história)
  • ISBN: 9788572328135
Sinopse: Três clássicos do terror imortalizados pelo tempo e reunidos em um único volume, Frankenstein, O Médico e o Monstro e Drácula destilam em suas páginas aspectos sinistros e macabros da imaginação humana. Os três livros se originaram de pesadelos de seus autores e nos remetem a paisagens sombrias, como os alpes suíços, onde nasceu Frankenstein, a acinzentada Londres do dr. Jekyll – e seu outro eu misterioso – e a tenebrosa Transilvânia do Conde Drácula.
Em O Médico e o Monstro, o leitor acompanha perplexo os drama do Dr. Jekyll, diante da faceta assustadora de sua própria personalidade: o temível Sr. Hyde. A história aborda a dialética dos valores morais em sua forma mais assombrosa e vai além do bem e do mal da alma humana.
Resenha: O Médico e o Monstro é a segunda das três histórias clássicas de terror que compõe o livro da editora Martin Claret, vindo logo após de Frankenstein ou o Prometeu Moderno. Contém uma trama diferente da primeira e também um pouco menos densa e terrível, sendo assim uma leitura um pouco mais leve que a outra.
 
Nessa história o autor focou especialmente nas várias faces de um ser humano. Exemplificando os dois lados de uma mesma pessoa, o lado bondoso em que sabemos exatamente como ser gentis e amáveis e também o lado obscuro onde podemos ser extremamente egoístas e maldosos, ele conseguiu uma trama peculiar e bem diferente do que estou acostumada. Para isso foi necessária uma rica narrativa, repleta de detalhes de cada característica e de cada gesto do personagem em questão, conseguindo mostrar até que ponto podemos chegar e que não conseguimos ser somente uma das duas coisas. Sempre, em qualquer um de nós, há lados que gostaríamos que ninguém conhecesse e isso fica bem claro no livro.
 
Foi criado também um pequeno suspense e através dele é que somos guiados durante todo o livro. Conhecemos o Sr. Hyde, um misterioso, arrogante e mal-encarado novato na cidade, de quem nunca antes haviam ouvido falar e alguém que parece esconder muitos segredos. Com isso o leitor é rapidamente introduzido na história, querendo desvendar essa estranha figura, os segredos que a envolvem e o motivo de ter aparecido tão repentinamente.
 
O desfecho criado pelo autor não era algo pelo qual estava esperando durante o inicio da leitura, apesar de mais para o fim podermos deduzir certas partes. Mesmo assim, imaginei inúmeras soluções para esta trama e no final fui um pouco surpreendida pela imaginação de Robert Louis, algo que apreciei bastante.
 
Não chega a ser um terror psicológico, como acontece em Frankenstein, e também não a considerei muito aterrorizante ou medonha. Classificaria apenas como um suspense com uma pequena porção de terror, não muito forte. É, portanto, uma leitura um pouco mais leve e sem toda a pressão do primeiro, mas que me agradou até certo ponto, já que o objetivo inicial da história provavelmente seria de aterrorizar o leitor.
 
A linguagem utilizada em O Médico e o Monstro é menos robusta do que a utilizada na primeira história do livro Clássicos 3 em 1.  A leitura então fluiu melhor, juntando também com o fato desta trama ser menor que a outra. Mesmo que não tenha sido a linguagem extremamente coloquial do nosso dia a dia, a leitura não se tornou monótona em nenhum momento.
 
Apesar de ter gostado desses muitos pontos do livro e de realmente apreciar um bom suspense, esperava algo mais terrível e assustador do que encontrei nessa história. Acabei começando a leitura pensando que algo medonho estava por vir e isso não aconteceu, deixando então um pouco a desejar nesse aspecto, que poderia ter sido mais bem aproveitado pelo autor.

Nota: ☻☻☻☺☺ (Bom)

13 comentários:

  1. Oi Dessinha!
    Eu adoro esse livro, e dos que li do Stevenson até o momento, é o meu preferido - apesar de também adorar o A Ilha do Tesouro, que foca outro lado completamente diferente do autor.
    Acho que esse pende mais pro suspense psicológico mesmo, não chegando a de fato ser um livro de terror. Acredito que o autor quis principalmente mostrar as diferentes facetas do do ser humano; como é intrínseco do ser humano carregar tanto um lado bom, quanto um lado ruim dentro de si, e nesse caso, o que aconteceria se esses lados fossem completamente separados e intensificados em sua essência. Nesse caso ele foi muito bem sucedido, essa história me hipnotizou de tal maneira que não conseguia mais parar.
    Agora se você pegar outra edição da Martin Claret, vai ver que logo após essa terminar, tem um conto do autor que chama-se "Janet do Pescoço Torcido". Nunca esqueci esse nome, e só digo que se você o ler, vai entender muito bem o porquê. haha
    Beijão querida, adorei a resenha!
    Ah, você tem meu e-mail? Vou deixá-lo em outra mensagem privada daí você não aceita, ok? Me manda o teu endereço, pra eu te enviar os marcadores do blog ^^
    =*

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos livros que eu queria realmente ler. Mas fiquei com medo por serem contos de terror. Sou meio sensível pra isso.
    Essa é a terceira resenha desse livro que eu leio (O Médico e o Monstro) dessa coleção. É a segunda que me diz que ele não é tão assustador assim e me dá motivo pra ler, sabe?
    O enredo dele parece ser maravilhoso!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Ainda nao li nenhum desses tres classicos. Mas pretendo ler em breve.
    Adorei sua resenha. Falou sobre tudo sem spoiler.

    bjs.

    http://booksandmuchmore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. É a segunda resenha que leio desse livro, na outra a blogueira também falou sobre o livro não ter exatamente terror, e nem ser tão assustador assim, acho que por isso, me interessei mais em lê-lo. rs

    Enfim, acho que irei pedir de cortesia na próxima vez a Martin *_*

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é muito gata Jeniffer

      Excluir
  5. Andressa,
    Particularmente falando, sou meio medrosa e não tenho a coragem necessária para ler livros de terror. Morro de curiosidade para saber o que se passa pela mente de Stephen King, por exemplo, mas sei que dificilmente irei me aventurar num gênero que me assusta. hahaha
    "O Médico e o Monstro" é um clássico do gênero e tenho bastante curiosidade de realizar sua leitura. Depois dos seus comentários, acho ainda mais que irei me dar bem com o texto de Robert Louis Stevenson.

    Beijo!
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  6. Costumo pensar que o problema dos clássicos de horror é eles serem clássicos. Clássicos são aqueles livros que todo mundo sabe o final mesmo sem ter lido. Ou seja, tenho certeza que você também começou o livro sabendo que o médico e o monstro eram a mesma pessoa, então como encontrar algum suspense ou terror quando receber esta informação?
    Gostei de O médico e o monstro, mas ainda não tive oportunidade de ler outras obras do autor.
    É interessante a forma concreta que ele mostra algo abstrato dentro de nós, o bem e o mal. nossas tendências à predominância de um, e nossa vergonha de admitir o outro. Sim, eu acredito que alguém mau tem vergonha de admitir o seu lado bom.

    Beijocas!

    www.amorporclassico.com

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde :)
    Eu já tinha ouvido falar das obras mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    acho que vou gostar,porque sou fã de filmes de terror..espero que os livros tenham um pouco disso.

    Beijos

    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
  8. Parece ser um bom livro, valeu pela dica...
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
  9. Oi Andressa!
    Eu já li O Médico e o Monstro, faz muito tempo... Não é muito medonho mesmo, mas a história é boa.
    Ano passado eu assisti um musical em São Paulo baseado no livro, foi lindo!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Tenho a impressão de que esses clássicos de horror não são nada fortes, viu? E olha que nunca li por medo de ficar assustada demais - eu tenho muitas mudanças de humor quando leio algo tão ruim assim ;x
    Estou até pensando em dar uma chance a esse livro ;D
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Na verdade se vc analisar a época que ele foi publicado, em que as pessoas eram mais puras, mais simples e não tinham tanto acesso a vários tipos de suspense e terror como nós, ele deve ter sido assustador mesmo. É só uma questão de época.
    bjos

    ResponderExcluir
  12. Oi Dessa!
    Bom, eu já comentei que quero ler este conjunto com as três obras, e agora vejo que o que mais quero ler mesmo, é O Médico e o Monstro...
    Não que eu goste muito de terror, pelo contrário, mesmo sem ter lido algum livro de terror já não gosto, mas este livro é clássico, tipo, leitura obrigatória, rsrs Eu tenho ele numa outra edição, quero ver se pego ainda este ano...
    Que bom que a leitura foi menos densa que a anterior.
    Beijão!

    ResponderExcluir