Início Editoras Parceiras Blogs Parceiros Autores Parceiros Contato undefined

24 de dez de 2011

Resenha: Você Tem Meia Hora - Camila Nascimento Silva

Informações:
  • Título Original: Você Tem Meia Hora
  • Autora: Camila Nascimento Silva
  • Editora: Subtítulo
  • Páginas: 435
  • ISBN: 9788561843458

Sinopse: Na noite de réveillon, Bia é abandonada por Arthur, o namorado de três anos com quem já morava há dois e pretendia se casar em um. À beira dos trinta, isso é uma tragédia, pois o que era para dar certo já tinha que ter dado e o que deu errado não dá mais tempo de consertar, ou seja se não se casar até os trinta, Bia estará condenada ao calabouço da solteirice, brigando pelo buquê nas festas de casamento e conhecendo homens que mentem a idade, o estado civil e a foto na internet. Mariana acha que a melhor amiga está exagerando, pois até um pé na bunda te empurra para frente. "Reiventar-se" é A palavra! Porém para isso, Bia precisa ir para o lugar onde todo mundo vai quando dá essas loucas. Londres. E concorrer à vaga de emprego mais disputada do século XXI. Mais será que uma mudança pode mesmo dar certo quando se leva na bagagem uma estória tão mal resolvida?

Resenha:

Entre por essa porta agora

E diga que me adora,

Você tem meia hora

Para mudar a minha vida..

Beatriz é uma comissária de voo perto dos 30 anos, que é largada pelo namorado na véspera do ano novo. O que fazer agora? Como é bom que as mulheres tenham melhores amigas, para ajudar a superar as dificuldades. Agora, Mariana, a melhor amiga de Bia, quer que ela vá para Londres junto com a empresa.

Boa parte do início do livro é relatando a dor de Bia com a perda de Arthur. Após ser largada sem ao menos uma explicação, ela vê suas férias arruinadas e passa um mês inteiro pensando no que poderia ter acontecido se ele estivesse lá, querendo uma explicação, e mais que tudo: querendo ele de volta. A fase um tanto depressiva de Beatriz no início do livro é completamente compreensível. Que mulher em seu lugar não ficaria assim? Sem mais nem menos perder o namorado, com quem dividia a vida em um apartamento é completamente preocupante. Porém, mesmo sendo necessária a narração do sofrimento, não consegui me prender muito à história no começo do livro. Sempre pensando em Arthur, sempre bebendo para afogar as mágoas e não tentando dar a voltar por cima, deixou a minha leitura um pouco lenta no começo.

‘’Desejei que o chão rachasse e uma fenda me sugasse, sei lá, para Tanzânia! Um lugar bem longe, onde eu pudesse adormecer e acordar no próximo mês, quando, provavelmente, Arthur já estivesse de volta e a minha vida, de novo nos trilhos, mas infelizmente isso não aconteceu. ’’ Pág 22

Isso muda completamente assim que Mariana a convence a se inscrever para a vaga que surgiu em Londres. Quando Beatriz resolve se inscrever, passa na entrevista e finalmente muda para Londres, a história engrena de uma vez! Não queria parar de ler nem quando precisava. Bia se torna praticamente outra mulher, superando sua perda e se divertindo num lugar completamente diferente para ela e para nós, leitores. Acabamos conhecendo um pouquinho de Londres também, e pelo fato da autora morar lá e ser brasileira, consegue nos mostrar as diferenças principalmente climáticas e até um pouco de cultura e do preconceito que geralmente tem-se por pessoas estrangeiras. Até um pouco de moda é introduzida na história, e isso dá um toque ótima a ela!

Além de conhecer um pouco da nova cidade de Bia, conhecemos também como é a vida de uma comissária de vôo. Acho que a maioria das pessoas tem em mente que é ótima a profissão pelo fato de conhecerem muitos lugares e sempre estarem viajando. Eu, por exemplo, sempre pensei assim, mas pelo visto estava completamente errada. Tem um ritmo corrido, e por estarem praticamente a toda hora dentro de aviões, pode acabar até mesmo desgastando relações. Mesmo assim, até a protagonista deixa muito claro, que apesar disso, as aeromoças são como pessoas normais.

‘’Sim, porque por mais incrível que pareça, as aeromoças também tomam porres. Aliás, elas realmente existem fora dos aviões. ’’ Pág 10

Por fim, a personalidade de Bia não podia ser mais real. É uma mulher insegura, porém divertida. Que desconfia dos homens pelo trauma que passou, mas que vai até o fim pelas pessoas que ama. Não pude deixar de me identificar com ela, e acho que, pelo menos boa parte das mulheres é assim também.

O final da história foi o que mais me surpreendeu no livro. Parte dele era já esperada, mas um certo rumo que tomou foi inacreditável! Me vi chorando em uma parte, rindo em outra e tenho certo que certo desfecho não é o que o leitor espera em momento algum.

Camila conseguiu uma trama que misturou também muitas emoções. Bia é uma personagem muito divertida e engraçada, que com seus pensamentos malucos me fez rir muitas vezes. A história é levíssima e apesar de alguns pontos tristes, eu adorei. Mostra um exemplo de superação de uma mulher, algo que ela não imagina que possa conseguir, mas que é inevitável que todos sigam em frente um dia. Tem também muito romance, daqueles que se torce para que tudo dê certo no final e que é o sonho de qualquer mulher. E o principal: o valor da amizade, poder contar com aquela pessoa que você chama de melhor amiga para tudo e que sempre vai querer apenas o seu bem.

O livro é ótimo! E apesar do início um pouco lento, não altera minha avaliação dele, por compensar completamente em outras partes. Agradeço à Camila por me deixar conhecer essa história linda que ela criou. O livro é recomendadíssimo!

''Quem dera que a vida fosse como nos filmes que a gente pressiona a tecla ''avançar'' e já fica sabendo o que acontece no final...Infelizmente - ou felizmente - na vida real é proibido ter certeza e os caminhos nunca se apresentam de forma bem definida tipo preto ou branco. As escolhas variam numa ilimitada gama de cinzas claros e escuros e é sempre arriscando que fazemos decisões, porque sofrer também faz parte do processo ou, conforme Eça de Queiros, a cada viver corresponde um sofrer.'' Pág 98

Nota: ☻☻☻☻☻ (Ótimo)

14 comentários:

  1. Oi! :D
    Ouvi falar desse livro há um tempo atrás, mas é a primeira resenha que leio.
    Curti, parece ser bem legal! Talvez no futuro, eu o leia! ^^

    Beijos,
    april-1993.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Dessa, você disse tudo!
    O começo também foi lento pra mim, mas não alterou em nada minha avaliação do livro! Ri, chorei, me diveti, me emocionei!
    O final é completamente surpreendente e a Camila foi muito feliz em todo o livro, ele é mesmo ótimo!
    Achei sua resenha muito completa, parabéns!

    Aproveitando, Feliz Natal (de novo), querida!

    Tudo de bom pra você viu?

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa, nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas pelo que li em sua resenha que ficou mais uma vez muito boa e completa, ele parece ser interessante. Mas não é um livro que leria...

    Abraços
    http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ai, sou louca para ler esse livro, e é impossível não ficar ainda mais interessada depois de ler uma resenha dessas. Parece muito bom ^^
    Adorei a citação que você escolher para o final, coisa linda!

    Beijinhos e feliz natal!

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa!
    Este é um livro que quero ler já faz um bom tempo! Estou pensando em comprar agora em janeiro!
    Ah, final lento não é problema quando a história se mostra tão boa e com tanto potencial!
    Bjs! E Feliz Natal! :)

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da Resenha e do seu blog em Geral! Estou te seguindo...se puder me segue tbm! Beijcas e Feliz Natal!
    http://palomaviricio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Você está bem chorona viu Andressa! kkkkkkk'
    Tipo, de cara assim, vendo a capa, sinopse e até mesmo o começo da sua resenha o livro não me chama atenção. Não é o tipo de livro que eu leria, eu acho.
    Mas com o desenrolar da resenha vi que poderia estar enganado. O livro parece ser bem divertido, já sei que cara que se ler vou adorar a Camila e parece ser bem legal.
    Quem sabe, né?!
    Abraço! (:

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa!

    Achei ótima sua resenha, fiquei com super vontade de ler o livro!
    Fico muito feliz que cada vez mais os autores brasileiros estejam ganhando seu espaço!!!

    o Quote do final é simplesmente lindo!

    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Gostei do livro (ou melhor, da resenha..rs.). Este livro me lembrou o filme - Como Esquecer, com Ana Paula Arósio e um super elenco (com as devidas diferenças na temática), já assistiu?
    Ah, antes que esqueça... Feliz Natal!
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
  10. Oii!
    Pelo título do livro já dá vontade de ler!! Sem contar que gosto de livros assim, com finais que nos surpreendem!! :D
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  11. Gostei da sua resenha, me deixou curiosa pra ler o livro. Não que se tornou uma das prioridades, mas adoraria ter a oportunidade de lê-lo!

    Beijos, Bárbara.

    ResponderExcluir
  12. Nossa amei sua resenha muito boa mesmo.Me deu muita vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  13. Não conheço o livro, mas começar a resenha com o trecho desta música é ótimo. Me interessei pela história e já anoteio a dica. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. sou louca por esse livro! e a resenha com o trecho da música ficou ótima mesmo. adorei, de verdade!

    ResponderExcluir