Início Editoras Parceiras Blogs Parceiros Autores Parceiros Contato undefined

8 de nov de 2011

Resenha: Marta - Breno Melo

Informações:

  • Título Original: Marta
  • Autor: Breno Melo (cortesia)
  • Editora: Schoba
  • Páginas: 216
  • ISBN: 9788580130140

Sinopse: Marta é bipolar, adolescente e tenta viver uma história de amor. Um velho psiquiatra, disposto a produzir Literatura leiga e fugir das teses para o meio acadêmico, narra os fatos mais significativos da vida de Marta, abrangendo toda a sua primeira adolescência, até que possa caracterizá-la como bipolar tipo I. O mais original é que ele mostra Marta às voltas com a vida que todos levamos — tentando viver sua própria história de amor — e não apenas com o transtorno em si ou tratando dele.


Resenha: Marta não é um romance qualquer. A sinopse talvez pareça um tanto clichê para muitos, mas ao longo da leitura percebe-se que se trata de algo um pouco diferente.

Vamos conhecendo Marta ao longo do livro e cada vez mais sabendo de toda sua história. Está agora cursando a faculdade, no primeiro ano de Jornalismo e muda-se de cidade, mas deixa seu coração nas mãos de um ex-colega da antiga escola, na cidade de La Falda, João.

Trata-se de um amor puro e verdadeiro, que no decorrer do livro vamos entendendo melhor. Seu amor por João não tem medidas, e cada vez mais, estando longe ou perto, se sente mais apaixonada: o que ela só quer, na verdade, é fazer parte de uma bonita história de amor, mas infelizmente não parece ser correspondida.

‘’Mas parece que fugir de João ou tentar esquecê-lo não o tirou da minha mente, tampouco do meu coração, e esse amor já me dói mais e mais. ’’ – pág. 75

O livro é narrado em terceira pessoa por um psiquiatra que estudou o caso da garota e agora quer relatá-lo, mas isso só se torna claro mais ao fim do livro, onde o mesmo fala um pouco sobre Psiquiatria. Mesmo assim, sempre entre uma parte e outra da história contam-se algumas curiosidades interessantes, como parte de Filosofia, mas sem o tornar monótono por isso e sim agradável.

Outro fato interessante do livro, é que toda sua história não se passa no Brasil, mas sim na Argentina, e em algumas partes do texto, são introduzidas algumas frases no idioma local do país. Com a tradução do lado, fica fácil para o leitor assimilar uma frase a outra, e conhecer, mesmo que pouco o tal idioma.

Existem diversos tipos de personalidades no livro: Martinha é uma garota bipolar, enquanto sua amiga Naila é bastante egocêntrica, Sílvia sempre proposta a ensinar e aconselhar e até a mãe de Marta, que ao final se revela protetora o bastante para não enxergar que a filha pretende se casar por amor e não por dinheiro ou falta de melhor opção.

Porém, certas vezes o livro se torna um pouco repetitivo, pelo fato da garota, principalmente no começo da história, sempre falar do amado da mesma maneira. Isso ocorre justamente devido a bipolaridade dela, mas não deixa de às vezes se tornar um pouco cansativo. Ao decorrer da mesma, muda-se um pouco isso, e diferente de outros romances que conheço, sua emoções são exemplificadas através de um poema ou outro.

O ponto mais alto da história é com certeza, seu final. Surpreendente, diferente e bonito, mostra que quando o amor é verdadeiro, tudo vale a pena por ele. E Martinha, acima de tudo, sempre quis sua felicidade ao lado de João. O fato da personagem também ter um problema de bipolaridade,ajuda a explicar o porquê dela ter tomado as atitudes que tomou, principalmente nessa parte.

Agradeço ao Breno por ter me enviado um exemplar do livro, e por isso ter tido o prazer de conhecer essa história. Recomendo a leitura!

Nota: ☻☻☻☻☺ (Muito Bom)

10 comentários:

  1. Ótima resenha! :)
    Eu só tinha lido uma resenha até agora, e estou com mais vontade de ler ainda! O livro parece muito bom mesmo, e eu adoro um draminha básico.. então tenho certeza que quando ler vou gostar! Já está na lista de compras :)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Acho que essa é a segunda resenha do livro que leio. Me deixou com certa curiosidade!

    Beijos, Bárbara.

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa!
    Estava curiosa pra vir ver sua opinião sobre o livro, porque eu gostei muito!
    Como você, achei a história muito interessante e nem um pouco monótona!
    Não achei o livro repetitivo, pelo menos isso não me incomodou ^^
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Ótima resenha!
    Eu nunca li nada sobre esse livro antes, parece ser bem legal, afinal, todas as garotas parecem ter um pouquinho da Marta!
    Beijinhos
    Michelle, Minha Bagunça

    ResponderExcluir
  5. Nossa, acho que nunca li um livro que tipo se passasse na... Argentina :P Fiquei bastante curiosa, tenho uma queda por histórias com com psicologia ou psiquiatria.. rsrs'

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá Andressa!
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre esse o livro Marta, pela sua resenha parece ser um livro bem diferente nunca li nada sobre bipolaridade, e quando o amor é verdadeiro vale tudo mesmo, amo livros com finais surpreendesntes *-*
    Gostaria de lê-lo!
    Beijos!

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  7. Adorei a Resenha Andressa.
    Já li algumas resenhas a respeito desse livro o que mais me chamou a atenção foi o fato da história não ser monótona, pois isso é bem importante e também por possuir um tema que nunca li. Quero ler.
    Beijos.

    Books e Desenhos

    ResponderExcluir
  8. Livro diferente. Acho que minha irmão iria gostar mais do que eu, afinal, sou das exatas (ela cursa psicologia). Achei interessante também, mas eu já me imagino cansando de ver uma análise psicológica detalhada sobre alguém.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha... gostei muito da história.
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
  10. Oi Andressa,
    Eu tenho muito interesse em ler esse livro devido as inúmeras resenhas positivas que já li a respeito. Difícil dizer mas penso que não irei achar monótono mesmo com as repetitivas afirmações por parte da personagem.. imagino que como você disse, faz parte do perfil psicológico que o autor quis criar para a trama e como nunca li nada nesse estilo - que aborda a bipolaridade - fiquei bem curiosa. Fora que sou chegada a um romance =)

    Agora só fiquei um pouco receosa em relação ao fato de que você falou que o livro é narrado por um psiquiatra e a gente só descobre isso bem perto do final - não seria um spoiler? Ou é algo que o autor não tenta esconder? Fiquei na dúvida, pois gosto de saber sempre o menos possível sobre a história, gosto de surpresas!

    Beijos!

    ResponderExcluir